Até 10x Sem Juros.
No Cartão é Mais Barato!
Frete Grátis para Todo o Brasil.
A 1° troca é GRÁTIS*.
Seu carrinho está vazio
botão whats

Roupas para ir à igreja: 3 ensinamentos para organistas!

02/08/2021 MODA
621 visualizações

Minhas amigas, quem nunca ouviu falar no papel fundamental das organistas, não é? Afinal, trata-se da mulher cristã que graciosamente dedilha o órgão e toca os hinos com muita virtude. Para quem não conhece, é a musicista presente na Congregação Cristã.

As mulheres evangélicas da CCB buscam o conhecimento musical para tocar este instrumento na igreja, o que, inclusive, é extremamente importante para auxiliar a orquestra.

Mas onde nós queremos chegar? Bom, as organistas possuem um código de vestimenta, ou melhor, ensinamentos em relação a roupa. Por isso, nós vamos dar dicas para que a escolha da a roupa para ir à igreja seja certeira. A título de curiosidade, essas informações valiosas são preparadas por organistas experientes.

Preparada? Então, podemos chamar a primeira dica!

1. Comprimento: opte pelo midi

O comprimento é o maior pré-requisito para tocar um órgão, afinal, usar roupas curtas dificulta a mobilidade na hora de tocar. Quando há muito pedal no hino, a movimentação acaba fazendo a barra subir um pouquinho mais. Então, para que não aconteça nada indecente, invista em roupas de comprimento midi.

Esse comprimento é o ideal para tocar, confira 3 motivos para usar roupa midi:

  1. Não expõe o corpo feminino de maneira vulgar;

  2. Não atrapalha a tocar o pedal;

  3. É elegante e clássico.

Normalmente, o instrumento fica sobreposto em um tablado, desse jeito ele é mais alto que os demais bancos. É uma maneira de deixar a organista mais confortável para escutar os hinos chamados e conseguir harmonizar com toda a orquestra.

Como é uma "posição de destaque" a roupa usada acaba chamando muita atenção. Logo, se estiver usando uma roupa indecente, vai escandalizar a própria organista, tudo por que não está seguindo a modéstia cristã.

Outro ponto de atenção é que quando sentamos na banqueta é natural que barra suba um pouquinho. Mas se já estivermos usando uma roupa curta, a situação será inviável. Uma organista precisa vestir-se com elegância, ainda mais se estiver louvando a Deus.

Cuidado com roupas longas! Sempre que usar uma peça comprida, dê uma puxadinha na coxa para que os pés não enrosquem na barra. Eles precisam estar totalmente livres para pressionar todas as notas.

Bom, ao longo do texto, vamos sempre nos apoiar na modéstia cristã – vocês já devem ter percebido! Se ainda não conhecem o que significa ou tem dúvidas sobre a temática, leiam o post explicativo e entenda quais são os princípios da modéstia evangélica.

blog midi

2. Decote: preze pela modéstia

Nós organistas somos referências! Escolhemos tocar na igreja por livre e espontânea vontade. E já que assumimos este ministério musical, é necessário que o honremos.

Então, não pense: "é apenas mais um dia de culto, vou usar decote esse mesmo". Nós estamos indo tocar para louvar a Deus e, na presença de um rei não se usa roupas que chamem a vulgaridade. Por isso, o decote não pode ser negligenciado.

Já pensou usar um vestido midi lindíssimo, nos pés um scarpin envernizado da mesma cor dos acessórios e, tudo isso, harmonizando com um penteado glamouroso. Mas quando chega no decote – ai, ai, ai! – está tudo a mostra? Isso quebra toda a elegância que foi construída.

Pensando nisso, nosso conselho é que você opte sempre por um desses decotes:

  1. Redondo;

  2. Decote V;

  3. Gola alta;

  4. Coração;

  5. Princesa;

  6. Canoa.

Nós apenas pedimos que deixem de lado os decotes profundos e os transparentes. Não há motivos para usá-los, justamente quando é o dia de tocar. Na verdade, uma mulher cristã já não possui esses modelos no closet.

Outra dica: cuidado com botões de camisa! Eles podem abrir e causar constrangimento, se isso acontecer durante o culto, não precisamos nos preocupar tanto pois temos o véu que acoberta. Porém, qualquer movimento brusco ou virada mais forte já evidencia a situação.

blog decote

3. Evite usar mangas curtas

O terceiro ensinamento é sobre o comprimento das mangas. É um sinal de respeito usar modelos mais compridos. Inclusive, eles são classificados como um elemento da modéstia cristã. Por isso, nós preferimos deixar as mangas curtas para o dia a dia.

Sabendo disso, opte por mangas dos seguintes comprimentos:

  • 3/4;

  • 7/8 e

  • longas.

Lembrem-se: estamos sentadas em um local mais alto do que os demais, logo, se usarmos um modelo com muita amplitude nos colocamos em situações inusitadas. Sabe quando a cava é grande, tipo a cava morcego? Então, esse tipo de manga dá total acesso às nossas roupas íntimas.

Imagine se o corpo ficar exposto cada vez que formos achar o hino ou dedilhar as notas? Deus nos livre!

blog mangas

Dicas extras: prefira um calçado que dê para tocar o pedal

O quarto ensinamento fica por conta dos sapatos, afinal, tocar um órgão é igual dirigir um carro. Usamos as duas mãos e os dois pés, precisamos estar sempre atentas e tudo tem o momento certo para apertar.

E você lembra o que a autoescola fala sobre sapatos? Olha só, é lei usar calçados que dão firmeza aos pés. Logo, chinelos, tamancos, rasteiras e mules estão dispensados.

Os modelos mencionados apenas deixam os músculos tensos uma vez que estão tentando equilibrar o calçado e pressionar o pedal. Sem falar que ainda corre o risco de escapar dos pés, cair atrás do órgão, sumir atrás da banqueta. É um transtorno ainda maior!

Nesse caso, a nossa indicação é usar sapatos que adiram aos pés. Como os 3 seguintes:

  1. Sandálias com amarração no tornozelo;

  2. Sapatilhas;

  3. E claro, os clássicos scarpins.

Aproveitando que estamos falando sobre calçados, nós temos um conteúdo bem interessante sobre sapatilhas. Vale a pena conhecer os tipos de sapatilha e aprender como combiná-las.

Sapatos com ponta fina são mais fáceis para pressionar as notas. Com certeza, as chances de fazer uma pedaleira bem feita é maior! Para te ajudar ainda mais, nós separamos dois cuidados que vocês precisam ter na hora de escolher um calçado:

– Preste atenção se a frente é muito larga: se a parte frontal é larga, se prepare para pressionar duas notas ao mesmo tempo – principalmente o pedal si natural;

– Evite sapatos com plataforma na parte frontal: o famoso meia pata. Essa plataforma frontal tira toda a sensibilidade da ponta do pés, justamente o local que usamos para apertar as notas.

Modelos com essas duas características não são errados, é permitido usá-los. Porém, lembre-se que com eles fica mais difícil acertar a pedaleira.

Pronta para tocar na igreja? Com essas dicas da Via Evangélica fica mais fácil escolher o look, não é mesmo?

Agora que já conhece essas dicas práticas, que tal aprender a ser uma mulher elegante? Nossas especialistas preparam um guia muito dinâmico para vocês.

Nos vemos no próximo post!

blog sapato

Oi tudo bem!? 😊
Eu sou a Jaque, Atendimento da Via Evangélica.
Por favor, me adiciona na sua lista de contatos, dessa forma eu consigo conversar melhor com você, enviar novidades em
primeira mão e tirar suas dúvidas.
Pode salvar como Jaque da Via. 🥰
Clique no link abaixo:

https://www.viaevangelica.com.br/menu-social

Autor do Post
Jaqueline Marques Souza
Imagem do autor Jaqueline Marques Souza
Redator da Via Evangélica
Siga nas redes sociais
Cadastre-se e receba novidades do blog
Buscar Post

Via Evangélica e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.